domingo, 22 de maio de 2011

ATO ALEXANDRE (V)IVO em Basília e a IV Audiência Criminal em São Gonçalo-RJ

ALEXANDRE (V)IVO - 11 MESES DE SEU ASSASSINATO



A semana de 16 a 20 de maio foi intensa para Angélica Ivo à frente do ATO ALEXANDRE (V)IVO. 
Logo no dia 16, participamos do lançamento das peças publicitárias do Programa Estadual RIO SEM HOMOFOBIA, promovida pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos - SEASDH-RJ e da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos - SuperDir.

Governador Sergio Cabral e peças publicitárias

No mesmo dia, partimos para Brasilia, pois no dia 17 (DIa Mundial de Luta contra a Homofobia) bem cedo participamos do VIII Seminário LGBT da Câmara dos Deputados, organizado através da Frente Parlamentar Mista pela Cidadania LGBT (Coordenada pelo Deputado Federal Jean Wyllys - PSOL-RJ pela Camara dos Deputados e pela Senadora Marta Suplicy - PT-SP pelo Senado Federal) e pelas comissões de legislação participativa e de direitos humanos e minorias, com o tema “Quem ama tem o direito de se casar” - Pela Aprovação da PEC do casamento civil entre homossexuais. 

Angélica Ivo é homenageada em Seminário LGBT

O seminário foi organizado em 3 (três) mesas, e em uma delas a presença de Angélica Ivo foi singular, pelo seu depoimento emocionado, que comoveu todos os presentes, mas também apelou pela aprovação do PLC 122 - Pela Criminalizaão da Homofobia (crime de ódio) que caracterizou o assassinato do seu filho, Alexandre Ivo, de 14 anos de idade, e que já se fazem 11 meses de sua morte.

Angélica Ivo ao lado do Deputado Stepan Nercesian

Ao final do Seminário, seguindo a programação da II Marcha Nacional Contra a Homofobia, houve uma Vigília Ecumênica no pátio da Biblioteca Nacional Leonel Brizola, com organização da ABGLT (Associação Brasíleira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais) e IDAHO - "Curas que Matam", e o ATO ALEXANDRE (V)IVO se fez presente.

Banner de Alexandre (V)Ivo na Vígília com velas

O dia 18 de maio, as 9 horas, concentramo-nos em frente a Catedral de Brasília para a II Marcha Nacional Contra a Hiomofobia e pela Aprovação do PLC 122, organizada pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT) e Grupo Ellos de Brasília e com apoio de diversas entidades sindicais, populares, estudantis, enfim, da sociedade civil organizada na luta contra a discriminação, o preconceito, a liberdade de expressão, por direitos civis e por democracia, pelo fim das torturas, mortes e assassinatos da população LGBT. Dentre tantas faixas, cartazes, o ATO ALEXANDRE (V)IVO estava presente.

Marco Duarte e Angélica Ivo com faixa do Alexandre (V)Ivo na Marcha

Tanto na concentração como em frente ao Congresso Nacional, onde terminou a Marcha, diversas personalidades, parlamentares e lideranças dos movimentos sociais discursaram, dentre elas, Angélica Ivo - ATO ALEXANDRE (V)IVO fez seu pronunciamento, com o mesmo vigor de transformar seu LUTO EM LUTA!

Pronunciamento de Angelica Ivo no carro de som da Marcha

Logo em seguida, conforme roteiro, a Marcha seguiu para o Supremo Tribunal Federal (STF) com um abraço simbólico ao prédio, com as quase 5 mil pessoas presentes, num gesto de reconhecimento do STF por garantia de direitos LGBT ao reconhecer a união estável homoafetiva como unidade familiar, e o ATO ALEXANDRE (V)IVO estava lá.

Banner do Alexandre (V)Ivo no abraço ao STF

No dia 19 de maio, ocorreu a IV Audiência Criminal do caso de assassinato de Alexandre Ivo que deveria ter ocorrido no dia 29 de março de 2011. No entanto, esta começou já bem a noite, prevista para começar a tarde, tendo em vista que a Juíza determinou a busca em domicílio de algumas pessoas que deveriam depor em juízo. Após a chegada de somente 2 (duas) pessoas das 4 (quatro) diligências, duas pessoas não se encontravam em seus domicílios, uma por estar viajando e a outra por estar desaparecida, começou a audiência do caso.
Após ouvir 4 (quatro) pessoas e ainda ter 2 (duas) acariações, a audiência terminou as 3 horas da manhã. Em diversos depoimentos, houveram contradições sinalizadas pela juíza, ao mesmo tempo que a mesma chamou a atenção para o processo de investigação policial levado a cabo pela 52ª Delegacia Policial. Enfim, foi uma noite conturbada e angustiante, que culminou com a juíza agendando a nova audiência, a quinta do caso, para o dia 19 de julho de 2011, às 14 horas na 4ª Vara Criminal do Fórum de São Gonçalo - RJ, onde será realizada o depoimento de 12 (doze) testemunhas da defesa e 2(dois) do juízo, esses serão os policiais investigadores da referida Delegacia Policial.

Angélica Ivo dá entrevista para jornalistas

Contra a Impunidade
Pela Vida e Pela Paz
Tortura Nunca Mais
Pela Criminalização da Homofobia.

Abraços Fraternos!

Angélica Ivo - mãe
Marco José Duarte - primo

ATO ALEXANDRE (V)IVO presente no VIII Seminario LGBT da Camara dos Deputados - TV CAMARA 17 de maio de 2011

video

Fragmento do Depoimento de Angélica Ivo no VIII Seminário LGBT na Câmara dos Deputados - Brasília, 17 de maio. ATO ALEXANDRE (V)IVO presente!

ATO ALEXANDRE (V)IVO presente na 2º Marcha Nacional Contra a Homofobia em Brasília, 18 de maio - 11 meses da morte de Alexandre Ivo